quarta-feira, 22 de abril de 2015

Fábula do porco-espinho


A fábula do porco-espinho

            Durante uma era glacial, quando parte do globo terrestre esteve coberto por densas camadas de gelo, muitos animais não resistiram ao frio intenso e morreram indefesos, por não se adaptarem às condições do clima hostil. Foi então que uma grande manada de porcos espinhos, numa tentativa de se proteger e sobreviver começou a se unir, a juntar-se mais e mais.
            Assim, cada um podia sentir o calor do corpo do outro. E todos juntos, bem unidos, agasalhavam-se mutuamente, aqueciam-se, enfrentando por mais tempo aquele inverno tenebroso. Porém, vida ingrata, os espinhos de  cada  um  começaram  a   ferir os companheiros  mais próximos,  justamente  aqueles que  lhes forneciam  mais calor, aquele calor vital, questão  de vida  ou   morte.    E afastaram-se, feridos, magoados, sofridos. Dispersaram-se, por não suportarem mais tempo os espinhos dos seus semelhantes. Doíam muito...
            Mas, essa não foi a melhor solução: afastados, separados, logo começaram a morrer congelados. Os que não morreram voltaram a se aproximar pouco a pouco, com jeito, com precauções, de tal forma que, unidos,  cada qual conservava certa distância do outro, mínima, mas o suficiente para conviver sem ferir, para sobreviver sem magoar, sem causar danos recíprocos.
            Assim suportaram-se, resistindo à longa era glacial. Sobreviveram.  
MORAL DA HISTÓRIA 
O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, até porque elas não existem,  mas aquele em que a pessoa aprende a conviver com “ os espinhos”  um do outro e consegue enxergar o melhor delas.
                       
                                                                                                    (Fábulas de Esopo)


Questões sobre o texto
1.    Qual o assunto do texto?
2.    Resuma os parágrafos numa frase.
3.    Qual estratégia a manada de porcos-espinhos  usou para escapar da morte?
4.    No  segundo parágrafo, a manada enfrenta um problema. Explique o que aconteceu e qual a consequência desse fato.
5.    Que solução a manada encontrou para resolver o problema?
6.    Você concorda com essa resolução? Explique.
7.    É possível   relacionar essa  fábula com nosso dia a dia?  Por quê?
_________________________________________________________________________

Estudo da língua
1.    Em que tempo e modo estão os verbos  do texto? Explique esse efeito de sentido.

2.    Observe as palavras grifadas no texto e substitua cada uma por um sinônimo.

3.      “ Mas, essa não foi a melhor solução” . O pronome grifado retoma que parte do texto?
_________________________________________________________________________
4.                “ Mas, essa não foi a melhor solução:” . Substitua a palavra grifada por outra de mesmo sentido. ______________________________________________________________________
5.    Qual a classe gramatical da palavra grifada?
6.    Os que não morreram voltaram a se aproximar pouco a pouco...”
_______________________________________________________________________
7.    “...aqueles que  lhes forneciam  mais calor” ,


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Turma do MARIO Dica para conjugar 5 verbos terminados em -iar que diferem dos demais com a mesma terminação. M ediar A nsiar ...