segunda-feira, 25 de julho de 2016

Revisão de texto

Concordo com o conteúdo, mas a forma merece revisão.
Unha feita, batom, cabelo arrumado, perfume no ar. E, por fim, um sorriso fácil, conquista bem mais do que andar na rua quase pelada.
fácil: paroxítona terminada em L deve ser acentuada.
batom só pode ser na boca ( eu acho rsrsrs)

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Alteração de sentido



Imagem retirada do Facebook( desconheço a autoria)
O que se quer dizer e o que realmente se diz

Observe frase da imagem . O que provoca estranhamento é a posição do verbo comer seguido de  duas pessoas.Canibalismo?


Reescrevendo a frase:
Não é permitido duas pessoas comerem no mesmo prato.

terça-feira, 19 de julho de 2016

FATEC 2016 - 5 QUESTÕES COMENTADAS


PORTUGUÊS – Fatec 2016
Leia o trecho do texto Queda que as mulheres têm para os tolos, de Machado de Assis, para responder às questões.
1 a 3.
O homem de espírito é o menos hábil para escrever a uma mulher.
Quando se arrisca a escrever uma carta, sente dificuldades incríveis. Desprezando o vasconço da galanteria, não sabe como se há de fazer entender. Quer ser reservado e parece frio; quer dizer o que espera e indica receio; confessa que nada tem para agradar, e é apanhado pela palavra. Comete o crime de não ser comum ou vulgar. As suas cartas saem do coração e não da cabeça; têm o estilo simples, claro e límpido, contendo apenas alguns detalhes tocantes. Mas é exatamente o que faz com que elas não sejam lidas, nem compreendidas. São cartas decentes, quando as pedem estúpidas.
O tolo é fortíssimo em correspondência amorosa, e tem consciência disso. Longe de recuar diante da remessa de uma carta, é muitas vezes por aí que ele começa. Tem uma coleção de cartas prontas para todos os graus de paixão. Alega nelas em linguagem brusca o ardor de sua chama; a cada palavra repete: meu anjo, eu vos adoro. As suas fórmulas são enfáticas e chatas; nada que indique uma personalidade. Não faz suspeitar excentricidade ou poesia; é quanto basta; é medíocre e ridículo, tanto melhor. Efetivamente o estranho que ler as suas missivas nada tem a dizer; na mocidade o pai da menina escrevia assim; a própria menina não esperava outra coisa. Todos estão satisfeitos, até os amigos. Que querem mais?
1
De acordo com o texto, assinale a alterantiva correta.
a) O homem de espírito comunica-se facilmente com a alma da mulher amada.
b) O homem tolo organiza as ideias com fórmulas expressivas e maçantes.
c) O homem tolo quer dizer o que espera e indica receio.
d) O homem tolo é inábil para escrever correspondência amorosa.
e) O homem de espírito utiliza vocabulário eclesiástico.

2
O Professor Alfredo Bosi argumenta que “O que se tem até hoje como consenso é a qualificação da perspectiva de Machado de Assis por meio de epítetos negativos: cética, relativista, irônica, sarcástica, pessimista, demoníaca. Os leitores sensíveis compensam a nega tividade da impressão geral com atributos de atenuação que, afinal, sempre remetem ao fundo escuro: estilo diplomático, contido, medido, civilizado, mediador. Um olhar que “morde e assopra”.
<http://tinyurl.com/zvasqko> Acesso em: 09.03.2016. Adaptado.
Glossário
epíteto: qualificação
cético: aquele que duvida.
sarcástico: aquele que utiliza ironia cruel.
Assinale a alternativa que relaciona, corretamente, o texto de Machado de Assis e o de Alfredo Bosi.
a) O texto de Machado de Assis apresenta uma visão demoníaca, pois descreve a infidelidade do homem de espírito.
b) A verve irônica apontada por Bosi não é notada no texto de Machado, que apresenta um tom exclusivamente romântico.
c) Bosi é cético em relação a Machado, pois ele duvida da qualidade literária do escritor fluminense.
d) O texto de Machado faz uso de sarcasmo e ironia para comparar o homem tolo e o de espírito.
e) O estilo de Bosi é mais diplomático que o de Machado, pois o primeiro tem maior repertório linguístico.

3
Assinale a alternativa que apresenta uma relação de subordinação entre as orações do período.
a) Quando se arrisca a escrever uma carta, sente dificuldades incríveis.
b) Quer ser reservado e parece frio; (...)
c) Comete o crime de não ser comum ou vulgar.
d) As suas cartas saem do coração e não da cabeça; (...)
e) O tolo é fortíssimo em correspondência amorosa, e tem consciência disso.


Leia o texto para responder às questões  4 e 5.
A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, voltou a elogiar a atuação do governo brasileiro para o enfrentamento ao vírus Zika.Durante entrevista coletiva, após visitar as instalações da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, Chan ressaltou a articulação dos três níveis governamentais com a sociedade civil, que será essencial para o combate eficiente e rápido aos mosquitos Aedes aegypti. Em relação ao crescimento inusitado de casos de microcefalia constatados no Brasil, Margaret Chan disse que as evidências coletadas pelas autoridades brasileiras apontam o vírus Zika como causa. “Até que possamos provar o contrário, temos afirmado que o vírus Zika é o culpado”, afirmou a diretora-geral da OMS.
<http://tinyurl.com/zdl6zls> Acesso em: 08.03.2016. Adaptado.
4
No trecho “após visitar as instalações”, o verbo visitar exige como complemento um
a) objeto direto, pois não necessita de preposição.
b) objeto direto, pois requer um objeto abstrato.
c) objeto direto e indireto, pois precisa de flexibilidade.
d) objeto indireto, pois exige preposição.
e) objeto indireto, pois exige conjunção.

5
De acordo com a diretora-geral da OMS, Margaret Chan, o essencial para o combate eficiente e rápido aos mosquitos Aedes aegypti será
a) a evidência, coletada pelas autoridades brasileiras, apontando o vírus Zika como agente causador do cresci mento inusitado de casos de microcefalia.
b) a coordenação de esforços internacionais em busca de objetivos relacionados a políticas públicas.
c) a reunião com apoiadores de setores diversos para conseguir uma ampla mobilização.
d) a facilidade da diretora em conseguir uma maior colaboração internacional.
e) a articulação dos três níveis governamentais com a sociedade civil.



Respostas

sexta-feira, 15 de julho de 2016

A palavra "se"





Hoje vamos aprender duas das funções da palavra SE


Pronome apassivador ou índice de indeterminação do sujeito?


a)  Pronome apassivador: 

ligado a verbo TRANSITIVO DIRETO,  torna a voz do verbo PASSIVA , por  isso é chamado de  APASSIVADOR   . É usado  quando a oração está  na  voz passiva sintética. É também chamado de partícula apassivadora.
Exemplos:

Consertam-se roupas.

Compra-se ouro.
Vendem-se apartamentos novos

b) Índice de indeterminação do sujeito: vem ligando a um verbo   que não é transitivo direto, tornando o sujeito indeterminado. Por isso se chama ÍNDICE DE INDETERMINAÇÃO DO SUJEITO
 Nesse caso, o verbo deverá estar na terceira pessoa do singular.
Exemplos:
Trata-se de assunto muito sério.
Precisa-se de balconista.

Era-se feliz naquele lugar.

Junto e separado

Junto e separado O som pode ser o mesmo, mas a grafia e o significado são diferentes. Confira! 1.Porquanto Não me separo de você porqu...