quarta-feira, 28 de março de 2012

FUNÇÃO SINTÁTICA DOS PRONOMES RELATIVOS




FUNÇÃO SINTÁTICA DOS PRONOMES RELATIVOS


As orações subordinadas ADJETIVAS são introduzidas por um pronome relativo que se refere a um antecedente da oração principal. Esse  pronome relativo desempenha a mesma  função sintática do seu antecedente . Exemplo:
·         sujeito:
Eu me refiro às coisas [que vão de mal a pior.]
O pronome relativo substitui coisas, sendo o sujeito de "vão de mal a pior" 

O homem [que trabalha] acumula riquezas.
(o pronome relativo que substitui homem – o homem trabalha. Se homem é sujeito,  o pronome relativo que também será sujeito) 

·         objeto direto:
Os livros  [que li] me enriqueceram muito.
(que substitui os livros –  li os livros. Se livros é objeto direto,  o pronome relativo que também é objeto direto.) 

·         objeto indireto:
As pessoas [de quem gostamos] compareceram à festa.
(quem substitui as pessoas – gostamos das pessoas – das pessoas é objeto indireto, logo o pronome relativo  que também é objeto indireto)  

·         predicativo do sujeito:
O aluno dedicado, [que ele sempre foi,] hoje está recebendo sua devida recompensa.
(que substitui o aluno dedicado – ele sempre foi  o aluno dedicado  – o aluno dedicado é  predicativo do 
sujeito, logo  o pronome relativo que também é predicativo do sujeito)

·         predicativo do objeto:
Ele não é mais o homem honesto [que todos  julgavam  até o ano passado].
(que substitui o homem honesto – todos o julgavam  honesto – o homem é objeto direto e honesto é predicativo do objeto, logo  o pronome relativo que também é predicativo do objeto) 

 ·         complemento nominal:
O ator [a que fizeram referência] foi premiado.
(que substitui o ator – fizeram referência ao ator que é complemento nominal de referência, logo, o pronome relativo que é complemento nominal) 

  ·         adjunto adnominal:
O garoto [cujo pai é delegado] deverá seguir a carreira do pai. ( cujo pai= pai do garoto)

(cujo substitui o garoto – o pai do garoto é delegado – se  do garoto é adjunto adnominal, logo  o pronome relativo cujo também é adjunto adnominal.)

   ·         agente da passiva:
O médico [por quem fui atendida] deixou-me bem à vontade.
(quem substitui o médico –  fui atendida pelo médico. Se médico é agente da passiva , o pronome relativo  quem também é agente da passiva) 

·      adjunto adverbial:
A cidade [onde] é bastante tranquila.
onde substitui a cidade – moro na cidade =  adjunto adverbial de lugar , logo o pronome relativo onde também é adjunto  adjunto adverbial)

EXERCÍCIOS


A palavra ”Que” é pronome relativo nas frases que seguem. Dê a sua função sintática:

1) Esta é a casa em que nasci.  ______________________________

2) A informação de que mais gostei foi aquela:______________________________

3) Há sempre solidão em torno dos que caem:______________________________

4) Tudo o que vem do acaso carece de firmeza  ______________________________

5) Ninguém pode ter tudo aquilo que deseja: ______________________________

6) Eu fui o que tu és, tu serás o que eu sou: ________________________________

7) “É teu amigo aquele que na ocasião do perigo te ajuda”____________________________

8) A demora excita sempre os que amam: ______________________________

9) O conto a que fazes referências não é tão importante assim: _______________________

10) Ela me fez uma pergunta a que- não poderia responder: ______________________________

11) O animal de que mais tenho medo é o urso:______________________________


12) De que conversaremos hoje? ______________________________ 

GABARITO AQUI

Um comentário: