quinta-feira, 17 de março de 2011

Estudo das conjunções



ESTUDO DAS CONJUNÇÕES
1 CONCEITO
Conjunções são palavras  que ligam termos de uma oração  e também   orações.
Exemplo: Pedro e João foram ao cinema.( a palavara E ligou dois núcelos do sujeito.)
Lutamos  e vencemos.( a palavra E ligou duas orações.)
As conjunções podem se coordenativas e subordinativas
a)      Coordenativas que podem relacionar termos de mesmo valor sintático ou orações sintaticamente equivalentes - as chamadas orações coordenadas.
Exemplo: O professor entrou na sala, cumprimentou os alunos e iniciou a explicação.

De acordo com o sentido das relações que estabelecem, as conjunções coordenativas são classificadas em:
Aditivas (exprimem valor de  adição, soma): e, nem, não só... mas também, etc.;
Exemplo:
1.Não só comentou o caso com os colegas,  mas também o levou ao conhecimento da imprensa.
2.Comentou o caso com os colegas e o levou ao conhecimento da imprensa.
3.Não fez o relatório nem comunicou que não o fizera.
Adversativas (exprimem  valor de oposição, contraste): mas, porém, contudo, todavia, entretanto, no entanto, não obstante, etc.
Exemplo:
Pedeiu a palavra, mas, porém, contudo, todavia, entretanto, no entanto  não conseguiu falar na reunião..
Alternativas (exprimem valor de alternância ou exclusão): ou..., ou;  ora... ora,etc.;
Resouva seu problemas ou não terá paz.
Ora chora, ora ri, aquela doida.
Conclusivas (exprimem  valor de conclusão): logo, portanto, por conseguinte, pois (posposto ao verbo), etc.
Já tomei todas as providência, portanto o evento sairá perfeito.
Explicativas (exprimem valor de  explicação ou justificativa): pois (anteposto ao verbo), que, porque, porquanto, pois.
"Cuidado com o que você pensa, pois sua vida é dirigida por seus pensamentos".

B: Subordinativas: introduz  ou relaciona uma oração subordinada que desempenha  função sintática  em  relação à oração  principal. Observe:
A sociedade deseja que a imprensa seja livre. ( que a imprensa seja livre completa o sentido do verbo desejar( da  oração principal),  exercendo a função sintática de OBJETO DIRETO )
Se houvesse mais homens honestos, haveria mulheres mais seguras.( se houvesse mais homens honestos expressa uma condição para que haja mulheres mais seguras.

As conjunções subordinativas classificam-se como
a.      Integrantes : que e se( introduzem orações subordinadas substantivas)
Sabemos que ela saiu mais cedo.
Não sabemos se ela saiu mais cedo.

b.      concessivas (exprimem concessão): embora, ainda que, mesmo que, conquanto, apesar de que.
Embora fosse o melhor jogdor do Santos, Robinho ficou na reserva.
c.       condicionais (exprimem condição ou hipótese): se, caso, desde que, contanto que, etc.;
Se fizer bom tempo, iremos à praia.
d.      conformativas (exprimem conformidade): conforme, consoante, segundo, como, etc.;
Tomei o remédio conforme o médico me orientou.
e.       comparativas (estabelecem comparação): como, mais... (do) que, menos... (do) que, etc.;
Ele ronca como um leão( ronca)
f.       consecutivas (exprimem consequência): que, de sorte que, de forma que, etc.;
Estudou tanto que dormiu em cima do livro.
g.      finais (exprimem-finalidade): para que, a fim de que, que, porque, etc.;
Lutamos para que as crianças tenham educação de qualidade..
h.      proporcionais (estabelecem proporção): à medida que, à proporção que, ao passo que,quanto mais..., menos...,
À medida que os convidados chegavam, a comida era servida.
i.        temporais (indicam tempo): quando, enquanto, antes que, depois que, desde que, logo que, assim que, etc.
Assim que o professor chegou, os alunos fizerem silêncio.

j.       Causais ( expressam uma causa):  porque, pois, que, como.
As educação corre perigo porque os professores não são valorizados..
Observação:
A mesma conjunção pode apresentar significado diferente, dependendo do contexto em que estiver inserida.
Exemplo:
Como não tinha dinheiro para pagar a conta, o casal passou a noite lavando pratos no restaurante.( a conjunção como indica causa( como =  porque)
O aluno fez a redação como o professor orientou. ( a conjunção como indica conformidade: como = conforme)
ATIVIDADES
1. Procure unir as orações de cada um dos pares seguintes utilizando uma conjunção coordenativa.
a) Este é um país rico. A maior parte de seu povo é muito pobre.
b) Você se preparou dedicadamente. Será bem-sucedido.
c) É um velho político corrupto. Não se deve reelegê-lo.
d) Fique descansado. Eu tomarei as providências necessárias.
e) Choveu durante a noite. As ruas estão molhadas.
f) Você pode apresentar suas propostas esta noite. Pode ficar remoendo-as sozinho por muitas noites.
g) Você deve conversar abertamente com ela sobre seus sentimentos. Deve esquecê-la definitivamente.
2. A classificação de uma conjunção só pode ser realizada satisfatoriamente a partir de sua atuação efetiva numa frase. Observe os conjuntos de frases seguintes e procure indicar o tipo de relação estabelecida pela conjunção destacada.
a) (Como) chovesse, decidi adiar a partida.
Ele é compreensivo (como) um travesseiro.
Fiz tudo (como) combináramos.
b) A indignação foi tanta (que) produziu seguidas manifestações de rua.
Tivemos de sair correndo, (que) a situação ficou difícil!
Será que os brasileiros são mais alegres (que) os outros povos?
c) Por favor, fale mais alto, (que) eu também quero ouvir.
RESPOSTAS AQUI


2 comentários:

Junto e separado

Junto e separado O som pode ser o mesmo, mas a grafia e o significado são diferentes. Confira! 1.Porquanto Não me separo de você porqu...