domingo, 1 de maio de 2011

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO





PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO

De  acordo com a função sintática que exercem em relação à Oração Principal, as orações subordinadas podem ser SUBSTANTIVAS, ADJETIVAS  E ADVERBIAIS,

1.       Subordinadas  SUBSTANTIVAS – função sintática própria de um substantivo.
Observação:
As subordinadas substantivas, quando desenvolvidas,   são introduzidas pelas conjunções integrantes QUE E SE  Exemplo:

Sei que ele virá ao meu encontro.
Não sei se ele virá ao me encontro.


As orações subordinadas substantivas podem ser:

SUBJETIVA – Exerce a função de sujeito da oração principal.

Ex.
Parece impossível que ela me perdoe.
Dica: pergunte ao verbo da oração principal: “o que parece impossível?”
A resposta é o sujeito ( que ela me perdoe)

 OBJETIVA DIRETA - Exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal.

Ex.: Todo torcedor deseja que seu time seja campeão.
Dica: observe que a oração principal fica incompleta: todo torcedor deseja  o quê?
A oração em destaque completa o verbo da oração principal sem preposição, por isso OBJETIVA DIRETA.
 OBJETIVA INDIRETA: exerce a função de objeto indireto do verbo da oração principal.

Ex.: Os meninos de rua necessitam de que a sociedade os ampare.

Dica: observe que a oração principal fica incompleta: os meninos de rua necessitam de quê? ????
A oração em destaque completa o verbo da oração principal COM preposição, por isso OBJETIVA INDIRETA.

 PREDICATIVA: exerce a função de predicativo do sujeito da oração principal.

Ex.: Meu consolo era que ela me perdoasse.
Dica; o verbo da oração principal é de ligação

 COMPLETIVA NOMINAL: exerce a função de complemento nominal da oração principal.

Ex.: Tenho certeza de que você será o vencedor
Dica: a oração principal fica incompleta: certeza de quê?

 APOSITIVA:
exerce a função de aposto de algum nome da oração principal.

Ex.:Há nas empresas uma norma: que os todos sejam respeitados.
Dicas: a oração apositiva sempre estará pontuada: ou entre vírgulas ou depois de dois-pontos.

2) Subordinadas  ADJETIVAS
Exercem a função de ADJUNTO ADNOMINAL da oração principal.
Equivalem a um adjetivo.
Indicam uma característica de um termo da oração principal.
São introduzidas por pronome relativo( que, qual, cujo, onde...)
Podem ser:

1- Restritivas (restringem  o sentido do nome ao qual se referem e não são separadas por vírgulas.)

Ex. Os meninos de rua que procuram abrigo são repelidos pela sociedade..( apenas  aqueles que procuram abrigo )

2- Explicativas ( ampliam o sentido do  nome ao qual se referem e são sempre separadas por vírgulas.)

Ex.: Os meninos de rua, que procuram abrigo, são repelidos pela sociedade.( todos os meninos)
Note que a presença das vírgulas amplia o significado de MENINOS DE RUA . 


3)  Subordinadas ADVERBIAIS:
- funcionam como ADJUNTOS ADVERBIAIS da oração principal.
- indicam uma circunstância em relação ao verbo da oração principal

1- Causais

Expressam a causa expressa na oração principal.
Ex.: Chegou atrasado ao encontro porque o trânsito estava horrível.

2- Consecutivas
Expressam a consequência, o resultado da causa expressa na oração principal.

Ex.: O trânsito estava tão congestionado  que ele se atrasou para o encontro.

3- Proporcionais
Expressam proporção.

Ex.:À medida que o trânsito ficava mais complicado, ele se atrasava para o encontro.

4- Temporais
Indicam tempo em relação ao verbo da oração principal.
Ex.: Logo que ele chegou, todos notaram seu perfume forte.(Quando notaram se perfume forte? Logo.)

5- Finais
Expressam finalidade, objetivo em relação à oração principal.
Ex.: Amigos, tenham mais paciência para educar seus filhos.
Qual o objetivo de se ter mais paciência? A educação dos filhos

6- Condicionais
Expressam condição, hipótese.
Ex.: Se governo não liberar a verba, o projeto será cancelado.
O projeto será cancelado somente se o governo não liberar a verva.

7- Comparativas
Expressam comparação.
Ex.: Seu tempo é tão importante quanto seu dinheiro.( é importante)
Observação: nas comparativas, omite-se o verbo para evitar repetição de palavras subentendidas na oração principal.
compara a importância do tempo com o a do dinheiro.

8- Concessivas
A ideia contida na oração subordinada entra em choque com a ideia contida na oração principal.
Ex.: Mesmo que você estude a noite inteira, não conseguirá tirar nota máxima na prova.
(o normal seria você tirar ótima nota na prova)

9- Conformativas
Expressam um acordo, uma conformidade em relação à oração principal.
Ex.: Conforme anunciamos, a viagem será cancelada.


ORAÇÕES SUBORDINADAS - EXERCÍCIOS
Questão 1
Reescreva os períodos acrescentando no lugar da indicação entre parênteses uma oração de sentido correspondente:

a – (oração subordinada adverbial proporcional) que o tempo passa, tornamo-nos mais experientes.

b – (oração subordinada adverbial causal) estava chovendo, não fomos ao passeio combinado.

c – Devemos sempre acreditar em um mundo melhor (oração subordinada adverbial concessiva) a paz pareça estar longe do nosso alcance.

d– (oração subordinada adverbial temporal) você chegar, avise-me, pois precisamos conversar sobre um assunto de seu interesse.

e – Precisamos nos qualificar sempre (oração subordinada adverbial final) possamos acompanhar as novas exigências do mercado de trabalho.
 Questão 2
Referindo-nos aos períodos abaixo, analise-os de acordo com o que se pede:

Mariana está à espera de notícias desde que amanheceu.
Mariana mudaria para São Paulo desde que conseguisse um bom emprego.

a – Procurando manter o mesmo sentido, atribua uma outra conjunção para as que encontram-se em destaque.
b – De acordo com sua análise, as orações subordinadas possuem a mesma classificação?
c – Caso sua resposta tenha sido negativa, justifique, levando em consideração o modo como são classificadas.
Questão 3
De acordo com o referido modelo, transforme em um substantivo as orações subordinadas substantivas em destaque:

a – Acreditávamos realmente que você colaborasse durante a pesquisa.
Acreditávamos realmente na sua colaboração durante a pesquisa.

b – A família estava certa de que Carlos chegaria para a comemoração.

c – O meu desejo era que todos comparecessem à reunião.

d – Foi confirmado que você participou na entrevista aos candidatos.

e – A solução mais viável é que os funcionários desistam em permanecer com a greve.
Questão 4
(Uberlândia) Na frase: “Suponho que nunca teria visto um homem”, a subordinada é:
a – (   ) substantiva objetiva direta
b – (   ) substantiva completiva nominal
c – (    ) substantiva predicativa
d – (    ) substantiva apositiva
e – (    ) substantiva subjetiva
Questão 5
Procurando se ater ao código ora exposto, relacione a segunda coluna de acordo com a primeira:

a – (A) oração subordinada objetiva direta
b – (B) oração subordinada completiva nominal
c – (C) oração subordinada objetiva indireta
d – (D) oração subordinada subjetiva
e – (E) oração subordinada predicativa

(   ) Ninguém desconfiava de que as decisões já estavam tomadas.
(   ) Chegamos à conclusão de que nosso passeio não acontecerá.
(   ) O problema é que não confio em você.
(   ) O barulho constante não permite que os moradores vivam tranquilos.

(   ) Decidiram-se que as novas mercadorias teriam um novo valor.

GABARITO

Um comentário:

Turma do MARIO Dica para conjugar 5 verbos terminados em -iar que diferem dos demais com a mesma terminação. M ediar A nsiar ...