sábado, 26 de novembro de 2011

OBJETO DIRETO E OBJETO INDIRETO


OBJETO DIRETO E OBJETO INDIRETO

Os  tão temidos OBJETO DIRETO e OBJETO INDIRETO  nada mais são que o complementos de um  Verbo Transitivo.(  incompleto) Exemplo:
OBJETO DIRETO
Comprei... Ele fez...
Ora, quem compra, compra alguma coisa , faltou o “OBJETO”
 - Comprei um carro.
Quem faz, faz alguma coisa, novamente faltou o “OBJETO”
 Ele fez a pesquisa na biblioteca.
Note que os termos destacados completam o VERBO sem o auxílio de preposição; por isso, dizemos que é um OBJETO DIRETO.
Outros exemplos:
O aluno realizou os exercícios na classe.
O agricultou plantou as sementes no tempo certo.
Nós amamos vocês.

OBJETO INDIRETO
Também é um termo que completa o VERBO, mas com auxílio de PREPOSIÇÃO OBRIGATÓRIA
Gostamos... Quem gosta, gosta DE
Concordo... Quem concorda, concorda COM
Confiamos... Quem confia, confia EM
Logo as preposições DE, COM  e EM acompanham os objetos indiretos.

Gostamos de gente alegre. (  preposição DE)
Concordo com você.           (  preposição COM)
Confiamos em Deus.           ( preposição EM)

Reafirmando:
Objeto direto completa o verbo sem preposição obrigatória/
Objeto indireto completa o verbo com preposição obrigatória.

Bibliografia consultada:
Cipro Neto, Pasquale

    Gramática da língua Portuguesa/Pasquale & Ulisses, - São Paulo, Scipione, 1988

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Junto e separado

Junto e separado O som pode ser o mesmo, mas a grafia e o significado são diferentes. Confira! 1.Porquanto Não me separo de você porqu...