sábado, 28 de abril de 2012

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO - MACKENZIE 2008

 Mack 2008

Texto para as questões de 1 a 3

 Ao presenciarmos situações assustadoras, que geram expectativa de um final ruim ou problemático, mesmo que na televisão ou no cinema, nosso cérebro cria uma sensação de tensão como se estivéssemos  vivenciando aquela situação. Essa capacidade do cérebro de vivenciar um episódio protagonizado por outra pessoa tem sido muito útil na evolução da raça humana, pois funciona como uma espécie de aprendizado para que saibamos como proceder frente a situações de ameaça.

1- Compreende-se corretamente do texto que
a) experiências em que se vivencia o terror devem ser estimuladas, dada sua extrema relevância no desenvolvimento das pessoas.
b) a identificação que se observa entre espectadores e personagens televisivas ou cinematográficas é determinada pelo grau de ameaça das situações ficcionais.
c) sobrecargas emocionais que propiciam crescimento humano são aquelas que a pessoa vivencia como se estivesse no lugar de um outro.
d) o ser humano é afetado emocionalmente não só pelo que vivencia diretamente, mas também pelo que observa, fato que constitui significativa experiência humana.
e) o cérebro é especialmente estimulado por situações inquietantes, oportunidades em que prepara a pessoa para ser protagonista de todos os episódios em que vier a se envolver na sua existência.

2- Assinale a alternativa correta.
a) O trecho “que geram expectativa de um final ruim ou problemático” (linha 1) equivale a uma caracterização da ideia contida em situações assustadoras (linha 1).
b) Em como se estivéssemos vivenciando (linhas 2 e 3), a forma verbal destacada indica um fato efetivamente realizado.
c) Em capacidade do cérebro (linha 3), a preposição estabelece entre os termos o mesmo tipo de relação que se observa em “mesa de vidro”.
d) A expressão aquela situação (linha 3) refere-se ao trecho sensação de tensão (linha 2).
e) A expressão mesmo que (linha 2) pode ser substituída por “embora”, sem prejuízo da correção e do sentido original.

3- Assinale a alternativa correta.
a) (linhas 3 e 4) Substituindo outra pessoa por “outras pessoas”, a forma verbal subseqüente, de acordo com a norma culta da língua, deveria ser grafada assim: “têm”.
b) (linha 5) Em frente a situações de ameaça, é opcional o uso de acento indicador de crase.
c) (linha 5) A expressão frente a pode ser substituída por “diante de”, sem prejuízo para o sentido original do trecho.
d) (linha 5) A eliminação da palavra como não prejudica nem a correção nem o sentido originais do trecho.
e) (linhas 4 e 5) Em para que saibamos como proceder, pode-se substituir para que, sem prejuízo do sentido original e do uso da norma culta escrita, por “afim de que”.

MACK/2012  -  VENÇA A GUERRA CONTRA A OBESIDADE
Texto para as questões de 04 a 08

4- Assinale a alternativa INCORRETA.
a)  Vença a guerra contra a obesidade (título) e enxugar as medidas (linha 01) exemplificam a presença de  linguagem metafórica no texto.
b) A partícula até (linha 08) apresenta mesmo sentido daquele presente em “Ele correu tanto como maratonista que chegou até a ponte da outra cidade”.
c) A presença de dados estatísticos (linhas 04 e 05) fortalece o argumento central, pois os números contribuem para evidenciar o assunto tratado.
d) Em Se nada for feito (linha 06), a partícula Se denota condição para que algo possa ser concretizado.
e) O título apresenta verbo no modo imperativo, expressando a noção, na globalidade da unidade textual, de  conselho, de atitude a ser tomada pelo leitor.

5- Considere as seguintes afirmações:
I. Em afinar a cintura (linhas 02 e 03), há uso de metonímia, considerando que a expressão se relaciona com  o excesso de peso em determinado indivíduo.
II. Em mas dá para reverter esse quadro (linha 07), a conjunção atribui sentido de oposição à estrutura sintática.
III. É opcional a presença da partícula se na forma verbal exercitar-se (linha 08), já que sua ausência mantém  inalterada a semântica do verbo.
Assinale:
a) se apenas as alternativas I e II estiverem corretas.
b) se apenas as alternativas I e III estiverem corretas.
c) se apenas as alternativas II e III estiverem corretas.
d) se todas as alternativas estiverem corretas.
e) se nenhuma das alternativas estiver correta.

6- Assinale a alternativa correta sobre o texto.
a) É uma carta aberta com estrutura rígida que apresenta o ponto de vista de seu autor sem chegar, no entanto, a uma conclusão específica.
b) É um relato, considerando que há transmissão de um posicionamento pessoal situado num tempo e espaço específicos.
c) Por conter dados estatísticos, caracteriza-se essencialmente como um relatório de apresentação de resultados obtidos em um procedimento específico.
d) A narração no tempo presente de um fato cotidiano permite que se classifi  que o texto como um gênero leve de narrativa, tal como na crônica.
e) A finalidade do texto é esclarecer e orientar a população sobre determinado assunto e persuadi-la a uma mudança de comportamento.

7-Assinale a alternativa que melhor explica o significado de síndrome (linha 09) tal como presente no texto.
a) Estado de obesidade em que se encontra a população.
b) Associação de uma situação crítica a um conjunto de sinais e características.
c) Equivalente a hipertensão, obesidade e colesterol alto.
d) Medo diante de uma situação muito crítica.
e) Restrição física, mental ou sensorial, causada por fatores sociais.
8-Assinale a alternativa correta.
a) O texto explora fundamentalmente uma questão estética em relação ao aumento de peso, sugerindo, na sua conclusão, estratégias para voltar à boa forma.
b) Por meio de um confronto de argumentos, há no texto uma discussão implícita a respeito de a obesidade ser incorretamente tachada de doença no mundo ocidental.
c) Há, na exposição das ideias do texto, comparações que possibilitam ao leitor verificar que a obesidade é um problema exclusivamente norte-americano.
d) O texto defende que a obesidade é um problema essencialmente masculino, relacionado ao sedentarismo
dos envolvidos exclusivamente com o trabalho.
e) Por meio de uma linguagem clara e objetiva, o texto associa a obesidade não só a uma questão de saúde pública, mas também a uma necessária alteração de hábitos.


GABARITO AQUI

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Termos associados ao nome


APOSTO ESPECIFICADOR :termo   que especifica um antecedente ,  equivale ao nome a que se refere.
Exemplo;
A cidade de São Paulo é antiga. ( São Paulo é o nome da cidade)

ADJUNTO ADNOMINAL
Termo  que caracteriza  ou especifica um antecedente.
A cidade de Pedro é antiga.(  Pedro não  é o nome da cidade)

PREDICATIVO
Termo que se refere ao  SUJEITO OU AO OBJETO.
Exemplos;
Marina é muito inteligente.( inteligente se refere ao sujeito Marina)
 sujeito
O professor considerou Marina muito inteligente.( inteligente se refere ao objeto direto
                                           O.D
Marina)

Exercícios
Dê a função sintática do termo grifado.

- A cidade dos meus sonhos é Recife.
  2- Recife, a cidade dos meus sonhos, é chamada de “a Veneza Brasileira”.
  3--  A secretária chegou nervosa.
  4-  A secretária nervosa chegou.
  5-  O professor considerou o aluno inteligente.
 6-  O aluno inteligente nunca deixa para estudar apenas na véspera da prova.
 7-  O discurso do Presidente foi brilhante.
 8-  O povo brasileiro é muito alegre.
9- Um sorriso alegre é o meu cartão de visita.

RESPOSTAS AQUI

domingo, 15 de abril de 2012

CONCURSO DO BANCO DO BRASIL 2010



CONCURSO DO BANCO DO BRASIL 2010
Língua Portuguesa
Atenção: As questões de números 1 a 9 referem-se ao texto abaixo.
A multiplicação de desastres naturais vitimando populações inteiras é inquietante: tsunamis, terremotos, secas e inundações devastadoras, destruição da camada de ozônio, degelo das calotas polares, aumento dos oceanos, aquecimento do planeta, envenenamento de mananciais, desmatamentos, ocupação irresponsável do solo, impermeabilização abusiva nas grandes cidades. Alguns desses fenômenos não estão diretamente vinculados à conduta humana. Outros, porém, são uma consequência direta de nossas maneiras de sentir, pensar e agir.
É aqui que avulta o exemplo de Hans Jonas.
Em 1979 ele publicou O Princípio Responsabilidade. A obra mostra que as éticas tradicionais – antropocêntricas e baseadas numa concepção instrumental da tecnologia – não estavam à altura das consequências danosas do progresso tecnológico sobre as condições de vida humana na Terra e o futuro das novas gerações. Jonas propõe uma ética para a civilização tecnológica, capaz de reconhecer para a natureza um direito próprio. O filósofo detectou a propensão de nossa civilização para degenerar de maneira desmesurada, em virtude das forças econômicas e de outra índole que aceleram o curso do desenvolvimento tecnológico, subtraindo o processo de nosso controle.
Tudo se passa como se a aquisição de novas competências tecnológicas gerasse uma compulsão a seu aproveitamento industrial, de modo que a sobrevivência de nossas sociedades depende da atualização do potencial tecnológico, sendo as tecnociências suas principais forças produtivas. Funcionando de modo autônomo, essa dinâmica tende a se reproduzir coercitivamente e a se impor como único meio de resolução dos problemas sociais surgidos na esteira do desenvolvimento. O paradoxo consiste em que o progresso converte o sonho de felicidade em pesadelo apocalíptico – profecia macabra que tem hoje a figura da catástrofe ecológica. [...]
Jonas percebeu o simples: para que um "basta" derradeiro não seja imposto pela catástrofe, é preciso uma nova conscientização, que não advém do saber oficial nem da conduta privada, mas de um novo sentimento coletivo de responsabilidade e temor. Tornar-se inventivo no medo, não só reagir com a esperteza de "poupar a galinha dos ovos de ouro", mas ensaiar novos estilos de vida, comprometidos com o futuro das próximas gerações.
(Adaptado de Oswaldo Giacoia Junior. O Estado de S. Paulo, A2 Espaço Aberto, 3 de abril de 2010)
1. antropocêntricas e baseadas numa concepção instrumental da tecnologia – (3o parágrafo)
O sentido da afirmativa acima está corretamente reproduzido, com outras palavras, em:
(A) direcionadas para o bem-estar da humanidade e determinadas pelos avanços tecnológicos.
(B) centralizadas nos avanços tecnológicos, mas preocupadas com a vida humana na Terra.
(C) voltadas para o homem e fundamentadas na tecnologia como meio de atingir determinados fins.
(D) preocupadas com a relação entre homem e natureza, atualmente imposta pela tecnologia.
(E) determinadas pelo homem e expostas às comodidades trazidas a todos pelo progresso tecnológico.
_________________________________________________________
2. A conclusão do texto propõe, em outras palavras,
(A) uma preocupação mais ampla com o emprego da tecnologia em algumas áreas do conhecimento humano, para evitar os atuais abusos.
(B) uma visão otimista centrada na resolução dos problemas oriundos do progresso tecnológico, por serem eles relativamente simples.
(C) o respeito aos inúmeros benefícios oferecidos às condições de vida moderna pelos avançados recursos decorrentes da tecnologia.
(D) uma atitude comunitária voltada para a prevenção e disposta a alterações no modo de vida na Terra para evitar a ocorrência de catástrofes ecológicas.
(E) procedimentos conjuntos entre órgãos oficiais e a sociedade civil como solução para a correta aplicação dos avanços tecnológicos.
_________________________________________________________
3. O paradoxo assinalado no 4o parágrafo se estabelece entre
(A) os direitos humanos apoiados no uso benéfico da tecnologia e as exigências impostas pela natureza, como seu próprio direito.
(B) a confiança irrestrita nos avanços tecnológicos como solução dos problemas do homem e a tendência para a destruição do ambiente natural.
(C) o desenvolvimento pleno da tecnologia e as infinitas possibilidades de seu uso na melhoria das condições de vida no planeta.
(D) o destemor diante do progresso tecnológico e a valorização de suas aplicações na vida humana.
(E) a ocorrência natural dos fenômenos climáticos habituais e a responsabilidade humana determinante para seu agravamento.
________________________________________________________
4. Considere as afirmativas a respeito dos sinais de pontuação empregados no texto.
I. Os dois-pontos, no 1o parágrafo, introduzem enumeração de fatos que exemplificam desastres naturais.
II. Os travessões isolam, no 3o parágrafo, um comentário explicativo da expressão imediatamente anterior a esse segmento.
III. O travessão único, no final do 4o parágrafo, pode ser corretamente substituído por uma vírgula, sem alteração do sentido original.
IV. As aspas colocadas na frase do final do texto "poupar a galinha dos ovos de ouro" têm por objetivo assinalar a ideia principal do texto. Está correto o que consta APENAS em
(A) II, III e IV.
(B) II e IV.
(C) I e II.
(D) I, II e III.
(E) I, III e IV.
_________________________________________________________
5. Considerando-se a organização do texto, a afirmativa INCORRETA é:
(A) A relação de catástrofes ambientais apresentada no 1o parágrafo tem por objetivo demonstrar a impossibilidade de deter o progresso tecnológico, cujos avanços são os principais causadores desses desastres.
(B) Todo o texto se desenvolve a partir da constatação de que o modo de vida atual, voltado para o uso abusivo da tecnologia, leva o planeta a uma catástrofe ecológica.
(C) O autor toma como base os diversos desastres naturais que vêm ocorrendo em todo o planeta para discutir aspectos ligados à questão ambiental.
(D) A retomada das ideias do filósofo Hans Jonas constitui a base da argumentação necessária para que o autor do texto fundamente suas próprias ideias.
(E) O título da obra O Princípio Responsabilidade remete à necessária tomada de consciência dos homens sobre os abusos que vêm cometendo contra o meio ambiente.
_________________________________________________________
6. A ideia central do texto está explicitada em:
(A) Uso limitado dos recursos tecnológicos na vida moderna.
(B) Práticas abusivas contra o meio ambiente, apesar das tecnociências.
(C) Impotência da natureza contra os abusos decorrentes da tecnologia.
(D) Proposição de uma nova ética para a civilização tecnológica.
(E) Aceitação das inevitáveis consequências do atual progresso tecnológico.
_________________________________________________________
7. Identifica-se noção de causa no segmento:
(A) ... para que um "basta" derradeiro não seja imposto pela catástrofe ...
(B) ... comprometidos com o futuro das próximas gerações.
(C) ... sobre as condições de vida humana na Terra e o futuro das novas gerações.
(D) ... capaz de reconhecer para a natureza um direito próprio.
(E) ... em virtude das forças econômicas e de outra índole ...
______________________________________________________________________________
8. A concordância verbal e nominal está inteiramente correta na frase:
(A) Foram detectadas, nas análises mais recentes, a presença de partículas de poluentes prejudiciais à saúde humana.
(B) Estão havendo problemas nas negociações sobre o clima por falta de consenso entre os países participantes.
(C) Cada vez mais se tornam imprescindíveis medidas que venham a alterar o relacionamento entre o homem e a natureza.
(D) Quando entra em discussão nos países envolvidos as questões sobre responsabilidade climática, dificilmente se chega a um acordo.
(E) Chegaram-se a impasses nas negociações sobre a sustentabilidade do planeta pela impossibilidade de determinar a responsabilidade de cada país.
_________________________________________________________
9. Em 1979 ele publicou O Princípio Responsabilidade. (início do 3o parágrafo)
A frase cujo verbo exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima é:
(A) ... a sobrevivência de nossas sociedades depende da atualização do potencial tecnológico ...
(B) ... que não advém do saber oficial nem da conduta privada ...
(C) ... que as éticas tradicionais [...] não estavam à altura das consequências danosas do progresso tecnológico
(D) ... para degenerar de maneira desmesurada ...
(E) ... que aceleram o curso do desenvolvimento tecnológico

GABARITO COMENTADOAQUI

COORDENADA ADVERSATIVA E ADVERBIAL CONCESSIVA




COORDENADA ADVERSATIVA E SUBORDINADA ADVERBIAL CONCESSIVA
Embora as duas apresentem oposição, há diferença acentuada ente ambas
Diferença sintática: a coordenada adversativa   não exerce função sintática em relação à oração anterior.
A subordinada concessiva exerce a função de adjunto adverbial de concessão em relação à oração Principal
COORDENADA ADVERSATIVA
A coordenada adversativa mantém uma oposição acentuada.
1)    Ele é um bom político, mas rouba.
A oração coordenada adversativa ressalta o defeito do político.

2)    Ele rouba, mas é um bom político.
A oração destacada ressalta a qualidade do político

SUBORDINADA ADVERBIAL CONCESSIVA
A subordinada adverbial concessiva mantém uma relação de anormalidade em relação à oração Principal ( o normal seria acontecer uma coisa, mas acontece outra)
Veja:
1)      Embora seja um ótimo jogador, Robinho ficou no banco.( o normal seria Robinho estar em, campo)
2)      Apesar de ser muito estudioso, Marcos não conseguiu a melhor nota da classe. ( o normal seria Marcos ter tirado a melhor nota).
Observação:
Pode-se também entender concessão  como uma exceção à regra

sábado, 14 de abril de 2012

COORDENADA EXPLICATIVA E ADVERBIAL CAUSAL

TEM DIFERENÇA?



Geralmente alguns confundem a COORDENADA EXPLICATIVA com a  SUBORDINADA ADVERBIAL CAUSAL
Algumas diferenças:
Coordenada explicativa
1-      Indica uma justificativa ou uma explicação em relação à coordenada anterior.
2-      Coordenada sindética EXPLICATIVA: não exerce função sintática em relação à coordenada anterior.
3-      Coordenada anterior a ela geralmente traz o verbo no IMPERATIVO.
Exemplos:
Leve um agasalho, porque vai fazer frio.
Estudem com atenção, pois a prova será difícil.
Subordinada Adverbial causal
1-      Exerce função sintática de ADJUNTO ADVERBIAL  de causa da oração principal.
2-      As conjunções pois , porque, uma vez que, já que podem ser substituídas por como
Exemplos:
Ele resolveu fazer o testamento porque estava à beira da morte.
Como estava à beira da morte, resolveu fazer o testamento.
O rapaz foi discriminado pois era negro.
Como era negro, o rapaz foi discriminado.


sexta-feira, 13 de abril de 2012

ORAÇÕES REDUZIDAS

ORAÇÕES DESENVOLVIDAS E ORAÇÕES REDUZIDAS

1. Orações desenvolvidas  apresentam  o verbo conjugado em algum tempo: presente, pretérito e futuro.
Ex.: Esperamos que VOCÊ CONTRIBUA  PARA O SUCESSO DO PROJETO.
contribua: presente do subjuntivo.


2.  Nas orações reduzidas, a conjunção desaparece  e o verbo assume uma  das formas nominais: infinitivo, particípio ou gerúndio.


INFINITIVO ( terminação R)Exemplo:
É importante vencer o adversário.

Oração desenvolvida:
É importante que venças o adversário.


GERÚNDIO( terminação - ando, -endo, -indo)
Escalando o muro do vizinho, os ladrões foram presos.
Oração desenvolvida:
Enquanto escalavam o muro do vizinho, os ladrões foram presos.


Fazendo barulho, os ladrões chamaram a atenção dos vizinhos.
oração desenvolvida:
Porque faziam barulho, os ladrões chamaram a atenção dos vizinhos.


PARTICÍPIO: terminações( -ado; -ido)
Terminada a prova, os candidatos se retiraram da sala.
Oração desenvolvida:
Assim que terminaram a prova, os alunos foram dispensados.
Conseguido o documento, o aluno retirou-se da secretaria da escola.
Oração desenvolvida:
Logo que conseguiu o documento, o aluno retirou-se da secretaria.


ORAÇÕES REDUZIDAS-EXERCÍCIOS  
Classifique as orações reduzidas; em seguida desenvolva-as.
1-      Encontrei no banco da praça, uma criança chorando.
2-      E preciso falar sobre política.
3-      Falando sobre o namorado, ela se derretia..
4-      Realizada a compra do térreo, o casal sal feliz.
5-      É difícil acreditar em Papai Noel.
6-      Olhar para o futuro é necessário.
7-      Saindo da faculdade, procurarei emprego.
8-      Atordoada com a notícia, a senhora  sofreu um ataque..
9-      Entrando na sala, o professor pedia silêncio.
10-   Chegando aos cinquenta anos, o senhor saberá que a vida é muito boa — disse o médico.
Respostas AQUI


POSIÇÃO DAS PALAVRAS



POSIÇÃO DAS PALAVRAS NA FRASE
Dê o significado das frases a seguir levando em conta a posição da palavra ou expressão em destaque:
  1. Mal chegou ao hospital e  faleceu.
  2. Chegou mal ao hospital e faleceu.
  3. Todo santo dia ele visita a namorada.
  4. Todo dia santo ele visita a namorada.
  5. Salmo de um músico bonito.
  6. Salmo  bonito de um músico.
  7. ele esteve aqui.
  8. Ele esteve aqui .
  9. Estou procurando o homem certo.
  10. Estou procurando certo homem.
  11. Deus conhece o pensamento do homem.
  12. Deus conhece o pensamento do homem.
  13. Deus conhece o pensamento do homem .
  14. Deus conhece o pensamento do homem.
  15. A criança chegou à lanchonete suja.
  16. A criança chegou suja à lanchonete.

Junto e separado

Junto e separado O som pode ser o mesmo, mas a grafia e o significado são diferentes. Confira! 1.Porquanto Não me separo de você porqu...