sexta-feira, 27 de março de 2015

Substantivo - adjetivo - artigo - numeral

CLASSES GRAMATICAIS

SUBSTANTIVO - ADJETIVO - ARTIGO - NUMERAL


1. SUBSTANTIVO dá nome aos SERES em geral: Fátima, amor, pessoa, felicidade, Deus, passarinho, nuvem, céu, ar,etc.
CLASSIFICAÇÃO:
Simples: formado por um único elemento. Ex: chuva, flor, moleque, pé.
Composto: formado por dois ou mais elementos, como guarda-chuva, couve-flor, pé-de-moleque.

Primitivo: dá origem a outros substantivos: pedra, mão, casa.

Derivado: formado de um primitivo: pedreiro, pedrinha, manual, casamento.
Comum: nomeia seres da mesma espécie. Ex.: cachorro, menino, rua, homem, mulher, país, casa.

Próprionome de pessoas, locais específicos. Ex.: Antônia, Brasil, Rua Paraná, Mariana, Museu Ipiranga.

Coletivo: indica um conjunto de seres. Ex.: ramalhete (flores) alcateia (de lobos).

Concreto: nomeia um ser de existência independente de outros seres. Ex.: caneta, árvore, livro, ar, Deus.

Abstrato: nomeia seres cuja existência depende de outros(ação, sentimento, qualidade):amor, alegria, beleza.

Observação: Dependendo do contexto, o mesmo substantivo pode ser concreto ou abstrato. Exemplo.
O governo incentivou a plantação de cana-de-açúcar. (plantação= ato de plantar: abstrato)
O fogo destruiu a plantação de cana-de-açúcar. (plantação= roça: concreto)

O Substantivo se flexiona em gênero, número e grau:

1.Gênero: masculino e feminino:

Dividem-se em:
A. Biforme ( duas formas) uma para o masculino e outra para o feminino:
Ex.: cavaleiro – amazona; cavalheiro – dama.
B. Uniforme (uma só forma para o feminino e o masculino)
C. comum-de-dois ( a diferença é marcada pelo artigo) o artista –  a artista; o motorista – a motorista; um dentista – uma dentista, o jovem -  a jovem; o estudante - a estudante.
D. Sobrecomuns: uma só forma tanto para o masculino quanto para o feminino
A vítima, a criança, a pessoa, a testemunha, o cônjuge. A diferença se faz pelo contexto. Exemplo: A vítima era um rapaz. A criança era um lindo menino. Um dos cônjuges faltou, a esposa.
C. Epicenos ( refere-se a  alguns animais) jacaré macho, jacaré fêmea; borboleta macho, borboleta  fêmea.

Observação
 Há muitos substantivos que mudam de sentido quando mudam de gênero. Exemplo:
O capital (dinheiro) 
A capital (cidade)
 O grama ( peso
 A grama (planta, relva).

2.Número: singular e plural. Ex.: troféu - troféus; degrau - degraus; papel -  papéis; chapéu – chapéus; café- cafés; arroz= arrozes; gravidez=gravidezes

3.Grau: Aumentativo e diminutivo.
A. Aumentativo: barca= barcaça, cão = canzarrão, nariz  = narigão.
O aumentativo também pode ser feito com o acréscimo do adjetivo “grande” ou “enorme”
Exemplo: quadro = quadro grande; botão = botão grande, botão enorme.
B. Diminutivo:  criancinha, barquinha, cãozinho, narizinho.
Observação: o diminutivo pode ser usado para indicar forma carinhosa ou pejorativa:
 Aquele é meu doutorzinho preferido. 
Aquele  doutorzinho não sabe nada.

2. ADJETIVO
 Palavra que modifica o substantivo indicando-lhe UMA CARACTERÍSTICA: qualidade, aparência ou modo se ser.
O adjetivo se flexiona em gênero, número.

A) gênero: masculino e feminino
 Aluna inteligente / aluno inteligente
 Menino estudioso / menina  estudiosa.

B)número: singular e plural:
Amigo fiel – amigos fiéis, classe  unida, classes unidas, exercício fácil – exercícios fáceis, projeto avançado, projetos avançados.
O adjetivo classifica-se em s primitivo e derivado, simples e composto.
a) primitivo – não derivam de outras palavras. Exemplo: bom, fácil, lindo.( bondoso, facílimo, lindíssimo)
b) derivado – deriva de outro adjetivo ou de substantivos e verbos.Exemplos: carnavalesco, gigantesco, rochoso, amável, sonoro..

Adjetivos compostos – formados de dois ou mais adjetivos caracterizando um substantivo.
Exemplo – acordo entre Portugal, França e Brasil: acordo luso-franco-brasileiro
Plural dos adjetivos compostos: somente o ultimo elemento vai para o plural. Exemplo:
Acordos luso-franco-brasileiros

3. ARTIGO: principal determinante do substantivo. Os artigos podem ser:
  1. definidos: o, a,os, as – definem o substantivo especificando-o ou tornando diferenciado.
  2. Indefinidos: um, uma,uns, umas; generaliza o substantivo.
Exemplo: Não vou dar UMA festa, mas A festa. (Não uma festa comum a todas as outras , mas uma festa especial.)
O artigo também determina o gênero do substantivo comum de dois gêneros; Exemplo
O artista/a artista; o estudante/a estudante.
Observação: O artigo substantiva qualquer palavra. Exemplo: O viver pertence a Deus.
Faça valer o  sim. O  não  nem sempre é definitivo.

4. NUMERAL; PALAVRA QUE INDICA QUANTIDADE, ORDEM, POSIÇÃO.
Classificam-se em: Cardinais, Ordinais, Multiplicativos, Fracionários:
  1. Cardinais: um, dois, três... dez, vinte, trezentos, mil...
  2. Ordinais: primeiro, segundo, terceiro... décimo, trigésimo, milésimo
  3. Multiplicativos: o dobro, o triplo, o quádruplo...
  4. Fracionários: a metade, um terço, um quarto, a terça parte de...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Intertextualidade

Paráfrase de A última flor do Lácio (Olavo Bilac (1865 - 1918) INTERTEXTUALIDADE "LÍNGUA PORTUGUESA" Última flor do ...