sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Regência verbal e pronome relativo


A regência verbal e o pronome relativo


Essa dupla costuma criar algumas confusões. Muitos usam o relativo “ que”  para tudo.
Veja
                        A mulher que eu jantei na casa dela é muito simpática.
                       O colégio que estudo fica perto de casa.
                       O dinheiro que necessito só entrará na conta o mês que vem.
                        Este é o rapaz que eu confio.           
               Ali fica o restaurante que eu almoçava todos os dias.
.              Este é o rapaz que eu falei para você.

Nos casos acima é necessário verificar a regência dos verbos ;

1.       A mulher em cuja casa jantei( jantei na casa da mulher, não a mulher, isso é canibalismo)
2.        O colégio onde ou em que estudo ( estudo no colégio e não o colégio)
3.       O dinheiro de que ou do qual necessito ( quem necessita, necessita de alguma coisa ou de alguém)
4.       Este é o rapaz em quem confio.( quem confia, confia em alguém)
5.       Ali fica o restaurante onde ou em que eu almoçava ( almoçava no restaurante, não o restaurante.)

           6.Este é o rapaz de quem lhe falei. ( falei do rapaz, não o rapaz.)

Questão da Fufest 2016

Das propostas de substituição para os trechos sublinhados nas seguintes frases do texto, a única que faz, de maneira adequada, a correção de um erro gramatical presente no
discurso do narrador é:

a) “Assim mesmo morrera negro, morrera pobre.”: havia morrido negro, havia morrido pobre.

b) “Mas Omolu dizia que não fora o alastrim que matara.”: Omolu dizia, no entanto, que não fora.

c) “Eles tinham dinheiro, léguas e léguas de terra, mas não sabiam tampouco da vacina.”: mas tão pouco sabiam da vacina.

d) “Mas para que seus filhos negros não o esqueçam  [...].”: não lhe esqueçam.

e) “E numa noite que os atabaques batiam nas macumbas [...].”: numa noite em que os atabaques.


alternativa E 
Comentário
A locução adverbial  noite em que  indica o tempo em que ocorre  a ação verbal, ou seja ( quando os atabaques batiam?), por isso a preposição EM deve ser empregada. (O verbo bater é intransitivo).
Sem a preposição temos a impressão de que os atabaques batiam na noite, ou seja, a noite recebia as batidas) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Junto e separado

Junto e separado O som pode ser o mesmo, mas a grafia e o significado são diferentes. Confira! 1.Porquanto Não me separo de você porqu...