segunda-feira, 25 de abril de 2016

Regência verbal - exercícios

Chamamos regência verbal quando o verbo pede um complemento direto ou indireto.


 CASOS ESPECIAIS
O verbo de mesmo nome pode apresentar regências diferentes, dependendo do contexto em que está inseridos.
AGRADAR{satisfazer, ser agradável} transitivo indireto – (com preposição a) O filme não agradou ao público. 
O resultado não agradou aos alunos.

AGRADAR(mimar, fazer carinho) transitivo direto – (sem preposição) 
A mãe agradou a criança chorona.( a é artigo)

AGRADAR{causar boa impressão}intransitivo(sem preposição) 
Seu comportamento não agrada, você é muito prepotente.

ASPIRAR{ desejar} transitivo indireto – ( preposição a )
 Ele aspira ao cargo de gerente de vendas. 

ASPIRAR {respirar ou sugar} transitivo direto– ( sem preposição)
 Aspirei o ar das montanhas.
A faxineira aspirou o pó do tapete.

ASSISTIR { ver} transitivo indireto – (  preposição a) 
Assistimos ao filme “Joana D’Arc.”

ASSISTIR{auxiliar} transitivo direto – ( sem preposição) 
O professor assistiu o aluno durante a aula.

IMPLICAR{ ser implicante }transitivo indireto –( preposição com 
Não quero implicar com você.

IMPLICAR { resultar}transitivo direto (sem preposição)
 Sua atitude implicou o afastamento de seu melhor amigo.

PAGAR e PERDOAR{referente a coisas} transitivo direto sem preposição, porém referente a pessoas é transitivo indireto e rege  preposição 
A paciente pagou a consulta ao médico. Ainda não posso pagar a você. 
Ainda não posso lhe pagar. 
Perdoei a dívida ao infeliz. 
Preciso perdoar-lhe.

VISAR{ mirar, apontar o alvo,  pôr o visto }transitivo direto( sem preposição) 
O caixa do banco  visou meu cheque.

VISAR{ desejar}transitivo indireto – rege preposição 
Visamos ao progresso do país.

 Há , ainda, alguns verbos que costumam causar dúvida quanto a seu emprego:
NAMORAR – sempre V. T. D. Eu namoro Felizberto, não com Felizberto.

PREFERIR – ( prefere-se, simplesmente, nada de preferir mais ou menos, mil vezes, et.c.O verbo preferir já está indicando que você prefere uma coisa a outra. Ex. Apesar de tudo, prefiro Português a Matemática. Nunca prefiro mil vezes Português  do que matemática.
Observação: Se você apenas preferir Português, eu já fico feliz; não precisa preferir mil vezes...

SIMPATIZAR E ANTIPATIZAR – sempre VTI (preposição com)
  Não se usa os pronomes ( me, se) :Simpatizo com você, mas antipatizo com ela., e não Simpatizo-me com ela...

domingo, 17 de abril de 2016

De mais X demais



De mais X demais



Há diferença entre "de mais" e "demais".

"De mais",  separado, é o oposto de "de menos".

" De mais"  pode ser tocado por  por "a mais".

Exemplo:
A funcionária do caixa me deu dinheiro de mais.


"Demais",  junto, significa "em demasia".

Pode-se trocar demais por muito.


Minha mãe é linda demais.

Resumindo:

- demais = muito

- de mais = a mais

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Acentuação de verbos oxítonos

Verbos oxítonos

Alguns verbos recebem acento agudo ou circunflexo quando são oxítonos terminados em A, E , O .
Exemplo 1
Vou procurar minha carteira.
Vou procurá-la. ( procurá) oxítona terminada em A.

Exemplo 2
Não posso perder meu emprego.
Não posso perdê-lo ( perdê) oxítona terminada em E.

Exemplo 3:
O proprietário do imóvel vai propor um acordo a seu inquilino.


O proprietário do imóvel vai pro-lo( propô) oxítona terminada em O.

Pronome relativo

Pronomes relativos Pronomes relativos são usados para retomar  um termo antecedente( já expresso anteriormente) Observe o exempl...