quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

ACENTUAÇÃO GRÁFICA NO VESTIBULAR

Acentuação Gráfica – Novas regras
Reveja a aula de ACENTUAÇÃO

10-(INSPER 2007)
O texto a seguir foi extraído da seção “Barbara responde”, na qual a irreverente jornalista se propõe a “esclarecer” as dúvidas dos leitores. Leia-o com atenção.
RIGOR GRAMATICAL
“Aprendi que oxítonas terminadas em ‘i’ e ‘u’ não são acentuadas. Mas, e aquele banco cujo nome é oxítono e termina em ‘u’ acentuado, por que ele pode?”
                                                                                                                                                    Pasquala
Pascácia
Sei, sei. Quer dizer que você compareceu à aula das oxítonas, mas perdeu aquela que ensinava que com nome próprio cada um faz como bem entende, né, madame?
(Revista da Folha, 25/03/2007)
Analisando a pergunta da leitora e a resposta da jornalista, e considerando as regras oficiais de acentuação gráfica, é possível concluir que
a) A palavra em questão — Itaú — não é oxítona, mas proparoxítona. Segundo as regras de acentuação gráfica em vigor, todos os proparoxítonos são acentuados.
b) Embora a palavra seja realmente oxítona, a razão pela qual ela é acentuada é outra: acentuam-se as letras “i” e “u” quando formarem hiatos tônicos, sozinhos ou acompanhados de “s”.
c) Trata-se de uma exceção à regra. O mesmo ocorre com a palavra “Pacaembú”.
d) A resposta da jornalista está correta, uma vez que um fato semelhante ocorre com a grafia de seu nome,que deveria ter acento agudo: Bárbara.
e) A palavra recebe acento agudo por ser uma paroxítona terminada em “u”.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Turma do MARIO Dica para conjugar 5 verbos terminados em -iar que diferem dos demais com a mesma terminação. M ediar A nsiar ...