segunda-feira, 29 de julho de 2013

CLASSES GRAMATICAIS - EXERCÍCIOS

 classes de palavras



Exercícios

1. "Ele é o homem, eu sou apenas uma mulher."
Nesses versos, reforçava-se a oposição entre os termos homem e mulher.
a)  Identifique os recursos lingüísticos utilizados para provocar esse reforço.
b)  Explique por que esses recursos causam tal efeito.

2. A palavra homem aparece duas vezes na frase que segue, com significados diferentes. Explique essa diferença."Suponho que nunca teria visto um homem e não sabia, portanto, o que era o homem." (Machado de Assis)

3. Indique o erro quanto ao emprego do artigo.
a)  Em certos momentos, as pessoas as mais corajosas se acovardam.
b)  Em certos momentos, as pessoas mais corajosas se acovardam.
c)  Em certos momentos, pessoas as mais corajosas se acovardam.
d)  Em certos momentos, as mais corajosas pessoas se acovardam.

4. Assinale a alternativa em que há erro.
a)  Li a noticia no Estado de S. Paulo.
b)  li a noticia em O Estado de S. Paulo.
c)  Essa notícia, eu a vi em A Gazeta.
d) Vi essa notícia em A Gazeta.
e)  Foi em O Estado de S. Paulo que li a notícia.

5. Em qual das alternativas o artigo definido feminino corresponderia a todos os substantivos?
a)  sósia, doente, lança-perfume
b)  dó, telefonema, diabete
c)  CIã, eclipse, pijama
d)  cal, elipse, dinamite
e)  champanha, criança, estudante

6.Unicamp

Há notícias que são de interesse público e há notícias que são de interesse do público. Se a celebridade "x" está saindo com o ator "y", isso não tem nenhum interesse público. Mas, dependendo de quem sejam "x" e "y", é de enorme interesse do público, ou de um certo público (numeroso), pelo menos.
As decisões do Banco Central para conter a inflação têm óbvio interesse público. Mas quase não despertam interesse, a não ser dos entendidos.
O jornalismo transita entre essas duas exigências, desafiado a atender às demandas de uma sociedade ao mesmo tempo massificada e segmentada, de um leitor que gravita cada vez mais apenas em torno de seus interesses particulares.
(Fernando Barros e Silva, O jornalista e o assassino. Folha de São Paulo (versão on line), 18/04/2011. Acessado em 20/12/2011.)
a) A palavra público é empregada no texto ora como substantivo, ora como adjetivo. Exemplifique cada um desses empregos com passagens do próprio texto e apresente o critério que você utilizou para fazer a distinção.
b) Qual é, no texto, a diferença entre o que é chamado de interesse público e o que é chamado de interesse do público?

7.UNICAMP
A breve tira a seguir fornece um bom exemplo de como o contexto pode afetar a interpretação e até mesmo a análise gramatical de uma sequência linguística.



a) Supondo que a fala da moça fosse lida fora do contexto dessa tira, como você a entenderia?

b) Se a fala da moça fosse considerada uma continuação da fala do rapaz, poderia ser entendida como uma única palavra, de derivação não prevista na língua portuguesa. Que palavra seria e o que significaria?

c) As duas leituras possíveis para a fala da moça não estão em contradição; ao contrário, reforçam-se. O que significará essa fala, se fizermos simultaneamente as duas leituras?

Respostas clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Turma do MARIO Dica para conjugar 5 verbos terminados em -iar que diferem dos demais com a mesma terminação. M ediar A nsiar ...