terça-feira, 17 de setembro de 2013

ESPANTANDO A TRISTEZA




Um grão de mostarda para espantar a tristeza


Uma antiga lenda chinesa fala de uma mulher cujo filho único morreu. Em sua dor, ela aproximou-se do mestre e disse:
 − De que orações ou de que encantamentos mágicos dispões para trazeres de volta a vida de meu filho?'
Em vez de mandá-la embora ou argumentar com ela, ele lhe disse:
− Traga-me um grão de mostarda de um lar que jamais conheceu a tristeza. Nós o usaremos para expulsar a tristeza de sua vida.
A mulher partiu de imediato em busca do grão mágico. Primeiramente dirigiu-se a uma esplêndida mansão, bateu à porta e falou:
−  Estou procurando uma casa que nunca conheceu a tristeza. Esta é uma delas? É muito importante para mim!
Responderam-lhe:
− Vieste ao lugar errado. E começaram a descrever-lhe as trágicas coisas que recentemente lhes tinham acontecido. A mulher pensou consigo mesma: 'Quem é capaz de ajudar esses infelizes melhor do que eu, que tive minhas próprias desgraças?' E demorou-se algum tempo confortando-os.
Em seguida, prosseguiu na busca de uma casa que nunca conhecera a tristeza. Porém,  em todos os lugares, nas choupanas ou nos palácios, ela só encontrava histórias de tristeza e desgraças. Ao final, ela se envolveu tanto em amenizar a dor das outras pessoas que esqueceu a busca da semente de mostarda, não percebendo que acabara por expulsar a tristeza de sua vida.

 Texto adaptado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Turma do MARIO Dica para conjugar 5 verbos terminados em -iar que diferem dos demais com a mesma terminação. M ediar A nsiar ...