domingo, 17 de novembro de 2013

EXERCÍCIOS DE ANÁLISE SINTÁTICA



 10 exercícios de análise sintática com gabarito comentado.

1.Na oração: “Foram chamados às pressas todos os vaqueiros da fazenda vizinha”, o núcleo do sujeito é:
a) todos;
b) fazenda;
c) vizinha;
d) vaqueiros;
e) pressas.

2. Assinale a alternativa em que o sujeito está incorretamente classificado:
a) chegaram, de manhã, o mensageiro e o guia (sujeito composto);
b) fala-se muito neste assunto (sujeito indeterminado);
c) vai fazer frio à noite (sujeito inexistente);
d) haverá oportunidade para todos (sujeito inexistente);
e) não existem flores no vaso (sujeito inexistente).

3.Em “Éramos três velhos amigos, na praia quase deserta”, o sujeito desta oração é:
a) subentendido;
b) claro, composto e determinado;
c) indeterminado;
d) inexistente;
e) claro, simples e determinado.

4.Marque a oração em que o termo destacado é sujeito:
a) houve muitas brigas no jogo;
b) Ia haver mortes, se a polícia não interviesse;
c) faz dois anos que há bons espetáculos;
d) existem muitas pessoas desonestas;
e) há muitas pessoas desonestas.

5. Indique a única frase que não tem verbo de ligação:
a) o sol estava muito quente;
b) nossa amizade continua firme;
c) suas palavras pareciam sinceras;
d) ele andava triste;
e) ele andava rapidamente.

6. Considere a frase: “Ele andava triste porque não encontrava a companheira”, os verbos grifados são respectivamente:
a) transitivo direto – de ligação;
b) de ligação – intransitivo;
c) de ligação – transitivo – indireto;
d) transitivo direto – transitivo indireto;
e) de ligação – transitivo direto.

7.Na praça deserta um homem caminhava – o sujeito é:
a) indeterminado;
b) inexistente;
c) simples;
d) oculto por elipse;
e) composto.

8.Na oração: ”Anunciaram grandes novidades” – o sujeito é:
a) simples;
b) composto;
c) indeterminado;
d) elíptico;
e) inexistente.

9. “O toque dos sinos ao cair da noite era trazido lá da cidade pelo vento”. O termo grifado é:
a) sujeito;
b) objeto direto;
c) objeto indireto;
d) complemento nominal;
e) agente da passiva.

10.“Eu andava satisfeito com o mundo e comigo mesmo”, o período é:
a) simples;
b) composto por coordenação;
c) composto por subordinação;
d) composto por coordenação e subordinação;
e) composto de duas orações.

11.Ex-estrela em __________ (ascensão/acensão/assenção) no obscurantista Partido Comunista que governa a China, o então líder Bo Xilai foi condenado na semana passada à prisão perpétua __________ (sob/sobre) acusação de corrupção. Ainda que a classe média chinesa continue a ver “motivação política” na condenação, a prisão perpétua pareceu satisfazer uma nação na qual impera o autoritarismo burocrático no poder.
(IstoÉ, 02.10.2013. Adaptado)
a) Transcreva, dentre os termos em parênteses, aqueles que completam corretamente as lacunas do texto.
b) A expressão prisão perpétua aparece duas vezes no texto. Em cada uma delas, qual a sua função na sintaxe do período?

 GABARITO COMENTADO AQUI

19 comentários:

  1. Olá Fátima;
    Gosto muito do seu Blog. Vejo sempre suas postagens, e, às vezes utilizo alguns dos seus exercícios. Obrigada, e parabéns!
    Dagmar.

    ResponderExcluir
  2. Professora...
    bom dia.

    A seguinte sentença: "Não aperte meu braço".

    À princípio, o pronome possessivo "meu" parece ser um adjunto adnominal, mas, conforme Napoleão Mendes de Almeida, é um objeto indireto, pois reescrevendo a oração, teríamos: "Não me aperte o braço" e esta partícula "me" é um pronome oblíquo na função de objeto indireto - um dativo de interesse no Latim.

    Gostaria, se possível, que esclarecesse o caso.

    Grato
    Riva Lopes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Riva, trata-se de construções diferentes:
      Em "Não aperte meu braço", temos meu braço com objeto direto do verbo apertar(transitivo direto) braço é núcleo do objeto direto e meu é adjunto adnominal de braço.

      Em "Não aperte-me o braço", braço continua sento objeto direto e o pronome me assume o valor possessivo, pois equivale a meu braço(me seria adjunto adnominal de braço, mesma função que exerceria o pronome meu)
      Outro exemplo.
      Cortaram-me o cabelo ( me= meu)

      Excluir
  3. Fátima gostei muito do seu blog. Por favor lhe darei um conselho e quero que siga: crie ++++++++++++ blogs pois com isso, você está ficando "famosa" e ajudando d++++++++ a gente.

    Gabriel. 12 anos
    VLW

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, Gabriel, veja também http://www.leituraememoria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Fátima obrigada você me ajudou muito com essas atividades!

    ResponderExcluir
  6. Fátima muito obrigada você me ajudou muito tenho certeza que agora minhas notas de Lingua Portuguesa irão melhorar!

    ResponderExcluir
  7. Fátima obrigada você me ajudou muito com essas atividades!

    ResponderExcluir
  8. Fátima, meu filho está fazendo o sétimo ano, queria sugestão de uma gramática para que eu possa ajudá-lo. obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rozana,gosto desta gramática para o ensino fundamental II http://www.livrariacultura.com.br/p/gramatica-texto-reflexao-e-uso-volume-unico-ensino-fundamental-ii-integrado-30374679

      Excluir
  9. Willian Cereja e Tereza Cochar Magalhães - Gramatica reflexão e uso. Veja em outras editoras , talvez encontre melhor preço. Um abraço e volte sempre ao Blog.

    ResponderExcluir
  10. Obrigado Realmente Me Ajudou Muito Fátima Agradecido!!

    ResponderExcluir
  11. obrigado, esses exercicios vam me ajudar na prova do concuros que vou prestar.

    ResponderExcluir
  12. olá,tenho 12 anos e fiz esses exercícios e não errei nada,estes exercícios me ajudaram muito.Obrigada

    ResponderExcluir
  13. olá,tenho 12 anos e fiz esses exercícios e não errei nada,estes exercícios me ajudaram muito.Obrigada

    ResponderExcluir
  14. adorei os exercicios eles me ajudaram muito a estudar tem mais de analise sintatica para o setimo ano

    ResponderExcluir

Turma do MARIO Dica para conjugar 5 verbos terminados em -iar que diferem dos demais com a mesma terminação. M ediar A nsiar ...